A LX Outdoor foi criada com a ideia de juntar a paixão pelos esportes e pelo mundo outdoor, tudo isso alinhado com a experiência do nosso time em negócios online e offline. Nosso objetivo é oferecer produtos de alta qualidade das principais marcas mundiais ligadas ao mundo outdoor com preços competitivos. Hoje a LX Outdoor representa a Liquid Force no Brasil, a marca líder mundial em equipamentos para Wakeboard e vem muito mais coisa por aí! 

 

 

 

HISTÓRIA DA LIQUID FORCE

         Fundada em 1995 nos Estados Unidos, com raízes que remontam aos primeiros dias do esporte, a Liquid Force se tornou líder em produtos e roupas relacionados ao wakeboard. Os fundadores Tony Finn e Jimmy Redmon foram dois pioneiros no Wakeboard e ligados com a criação do esporte.

         Finn foi o desenvolvedor do Skurfer, que é amplamente considerado como o produto que colocou o wakeboard no mapa, e Redmon é considerado o designer de produtos mais influente e criativo desde o início do esporte. Trabalhando juntos, eles ajudaram a levar a Liquid Force até o topo no segmento de wakeboard. Com as adições de uma divisão de wakeskating, wakesurf e kitesurf, além de uma linha de vestuário, as vendas da empresa com sede em Encinitas, Califórnia, representam uma grande parcela do mercado.

          Tendo vencido duas vezes o prêmio “Fabricante do Ano” da WSIA (Associação das industrias de esportes aquáticos), a Liquid Force se dedica à INOVAÇÃO, design progressivo, funcionalidade máxima e qualidade incomparável.

         Apoiados por uma equipe atletas da elite mundial do wakeboard, os eventos do Liquid Force incluem diversos campeonatos de nível mundial.

LIQUID FORCE – OS PRIMEIROS

1985 – Os primeiros Wakeboards… Skurfer e Redline Designs
1994 – Os primeiros Wakeboard com ponta dupla - Flight 69
1996 – A primeira prancha específica para mulheres - Nymph
1996 – A primeira prancha específica para crianças - Mini Squirt
1996 – A primeira bota sem ser de borracha - Super Suction
1997 – A primeira prancha com múltiplas quilhas - Trip
1998 – A primeira bota de wakeboard com performance e peso ultraleve - Ultra
2000 – A primeira prancha de wakeboard sem quilhas com laterais moldadas - Helix
2000 – O primeiro filme dedicado ao wakeboard - Wide Awake
2001 – As primeiras pranchas CNC’d All-Wood - Ultracores
2001 – Primeira prancha com base sinterizada - Grind 134
2002 – Primeiro wakeskate 3D CNC’d côncavo - Cassette
2002 – As primeiras quilhas formato concha - Balance and Subjekt
2002 – Primeiro colete segmentado CGA - Hinge

2003 – Primeiro modelo feminino professional de bota - Minx
2004 – Primeira fabricante a usar a tecnologia de sobreposição de costuras nas botas - Transit
2005 – As primeiras botas sem ligação
2006 – A primeira bota moderna toda fechada - Shane Boot
2008 – A primeira a moldar P-Tex sinterizado em qualquer contorno da base da prancha

2009 – As primeiras pranchas Hibridas combinando shapes flexíveis e complexos
2009 – A primeira prancha com núcleo de PVC com aditivo de carbono - FLY Series
2010 – As primeiras laterais elastoméricas - Liquid Rails
2010 – A primeira verdadeira Hibrida é introduzida (Watson), redefinindo o significado de pranchas para todas as situações.
2012 – A primeira fabricante de Wake com equipamento M6
2012 – A primeira bota com montagem de ligação sem costura

2012 – A primeira prancha especiais para jovens experts - Nemesis and Star Grinds
2013 – As primeiras pranchas hibridas para jovens experts - Super Trip and Melissa 127
2013 – O primeiro wakeskate hibrido – TAO

 

PERSEVERANÇA, EMPOLGAÇÃO E MUITA FORÇA – A HISTÓRIA DA LIQUID FORCE

Em 1985, duas grandes mentes pensavam da mesma forma. Eles eram as mentes de Tony Finn, natural do sul da Califórnia, e Jimmy Redmon, natural do Texas, que pensaram, separadamente e ao mesmo tempo, criar a base para o que acabaria por evoluir para um esporte de renome mundial.

Procurando alternativas ao esqui aquático e ao surf, os dois criaram pranchas que poderiam "surfar" a esteira atrás de um barco. O modelo de Finn, o "Skurfer", tinha o formato muito semelhante a uma prancha de surf; A prancha de esqui aquático de Redmon, produzida por sua Redline Designs, foi um pouco mais leve e a primeira a ter tiras para os pés.

Os dois se encontraram por acaso quando foram colocados em estandes adjacentes em uma feira comercial - na primeira vez em que veriam suas personalidades se complementando.


          A personalidade enérgica de Finn como vendedor natural atraiu muito interesse por seu produto. Redmon, um designer de fala mansa, tinha um produto melhor, mas uma abordagem de vendas menos agressiva.

         Tony observou Jimmy conversando com um comprador por vários minutos - sem progresso em uma venda. Ele caminhou até o estande e sussurrou para Jimmy: "Você vai fechar esse cara ou o quê?" "Como assim fechar?", Perguntou Jimmy. Finn olhou para ele e disse: “Peça dinheiro ao sujeito.” Jimmy pediu, uma venda foi feita e uma amizade competitiva nasceu. Os dois reconhecem que no começo eram concorrentes, mas era uma competição amigável e até hoje eles estão cientes e elogiam os pontos fortes um do outro. Enquanto eles recontam a história de como se tornaram parceiros de negócios, é quase como se cada um fosse um defensor tanto das habilidades do outro quanto de si mesmos, se não mais.

         Em 1988, Redmon fundou a World Wakeboard Association (WWA), um órgão do esporte conhecido na época como "ski-boarding", que criou vários concursos e afiliações, além de delinear regras e diretrizes para o esporte. Finn atuou como locutor de várias competições e os dois continuaram se cruzando.

          Em 1991, Finn e Redmon uniram forças e começaram a Waketech. Eles reuniram uma lista de riders pioneiros no estilo do esporte. Embora os modelos de pranchas continuassem a evoluir, ainda havia ineficiências com o design do Skurfer, principalmente sua forma de flutuação e prancha de surf que dificultava que os riders se levantassem inicialmente na prancha. O design original de Redmon era um pouco melhor e mais leve, no entanto, não possuía durabilidade adequada e era incapaz de suportar os riders que batiam nele quando competiam.

         Em 1993, depois de muita pesquisa, testes e inovação, eles produziram a primeira prancha de ponta dupla, que mudaria o esporte para sempre.

 

        O design de ponta dupla acabou sendo um divisor de águas total. Eles colocaram três de seus companheiros de equipe em pranchas duplas para o campeonato, enquanto todo mundo ainda estava em pranchas pontiagudas, e venceram tudo.

         Naquele momento, Finn e Redmon se lembram de ver o esporte mudar diante de seus olhos e sabiam que nunca mais seria o mesmo.

         Em 1995, Finn e Redmon - estimulados pelo desafio de não poderem lançar uma empresa no período do campeonato mundial em apenas três semanas - criaram a Liquid Force, uma empresa que os dois dizem ter sido “lançada por força, perseverança e muita energia. ”Os dois se apressaram para fazer as pranchas e equiparam seus riders com equipamentos da marca Liquid Force. Quando eles compareceram ao concurso, eles conseguiram empolgar as pessoas com essa miragem de uma marca que mal existia. Era arriscado, mas era bem-sucedido, e ali nasceu a marca Liquid Force.

           Até hoje, a Liquid Force continua refletindo seu nome como uma grande força na comunidade do wakeboard. Eles trabalham em estreita colaboração com seus atletas para alcançar os projetos certos, e sua constante inovação os levou a permanecer como um dos principais fabricantes no mercado de wakeboard. Sediada em Encinitas, Califórnia, a marca mantém-se próxima de suas raízes e continua patrocinando inúmeras iniciativas para o crescimento do esporte, incluindo o Free For All Cable Tour, que leva o wakeboard aos locais de cable park nos estados unidos, onde as pessoas podem aprender a praticar wakeboard e andar juntamente com os riders profissionais da Liquid Force.

          Tony e Jimmy são genuinamente apaixonados pelo que fazem, é evidente na emoção e expressão quando contam sua história. Dos concorrentes aos colaboradores, eles viram suas idéias promoverem uma marca  e um esporte de sucesso.